Archive for janeiro \29\UTC 2010

A pessoa água viva

janeiro 29, 2010

Conhece? É aquela que num primeiro momento você acha linda, transparente. Mas basta conviver e pronto, você descobre que é venenosíssima. E que na melhor das hipóteses vai te queimar.

Se você não catou a metáfora, me refiro aquele tipo de gente que muda de time conforme a maré, abrindo mão de regras e valores próprios e se adaptando as normas de moralidade da ocasião.

Curioso é que esse povo (de caráter beeem duvidoso) não tem a menor ciência da sua vulnerabilidade. No fundo são cercadas de uma fina camada de carência e insegurança, pronta para estourar.

Num mar de tubarão como São Paulo é natural topar gente assim. Basta esperar, que a corrente se encarrega de levar este tipo para bem longe da gente. Depois você pede um expresso duplo, para tirar aquele gosto de maresia que ninguém merece.

Anúncios

Qual é a música

janeiro 19, 2010


O astral sempre determina a música que a gente ouve. Como o nosso astral muda durante o dia, mudam também os estilos.

Eu tenho pavor de som nervoso pela manhã. Rock, drum, heavy e derivados somados a quilômetros de congestionamentos, só para os muito evoluídos. Ou para quem curte um fundamento tenso logo cedo. 

No trabalho o som varia. Pensar com música na cabeça não é muito fácil. Mas ajuda se for instrumental. Ou na linha do pop suave, que eu adoro e acho bem a qualquer hora.

Já as minhas tardes mudaram depois dos headfones. Dá para investir num som mais novo e até algumas esquisitices, que dificilmente ouviria fora da agência. Isso não significa emo music, ok?

Na academia muito house, deep e podcasts. Agora, nada de reboladinha de frente para o espelho. Se você é do tipo que não consegue ouvir um hit sem dar vexame, deixa o ipod em casa. Mais vale uma reputação na mão do que um cabelo voando.

update: o que não saiu do playlist? corine bailey rae, colby, kings of convenience, donavon frankenreiter, smiths e muito deep house.  

Molotov

janeiro 13, 2010

A gente acha que o ano vai virar e tudo vai ser diferente. Daí viaja e quando volta… Surpresa. Tudo está igual.

Tirando seu corpo, que dói por conta da gripe pós jogação. Que, como o nome já diz, é aquela causada pela bebedeira (e derivados), banhos de mar e noites mal dormidas (ou bem dormidas, dependendo da companhia).

Como as suas contas e muito menos o seu chefe querem saber da sua condição, você resolve fazer uma visita a farmácia. Onde gasta uma fortuna em medicamentos. E em alguns produtinhos, que você não é obrigado.

Em casa, prepara um coquetel molotov do tipo que derrete a colher, na esperança de que seu corpo se recupere na base da força. No caso, a química. A homeopatia, digamos que ainda está de férias.

NYE regrets? Nenhum. Talvez um pouquinho de atenção na hora da diversão. Afinal, a vida foi feita para a gente curtir, mas isso inclui sair vivo da comemoração.

I@SPFW

janeiro 8, 2010

Não costumo falar de trabalho mas achei que você ia gostar disso. O bafo é que a gente criou um jeito de você dar pinta na semana de moda, sem sair daí.

Funciona assim, você entra no site e monta o seu eu virtual. Ele aparece num painel multimídia dentro do evento e ainda dá pra conversar com as pessoas por lá. Tudo bem easy. 

Daí que ao invés de contar sobre evento, como sempre faço, te convido a visitar ele pessoalmente. Ah o  Fashion Rio começa hoje (dia 9). E o SPFW daqui a duas semanas.

Além dessa ação a gente vai dar 30 convites para a primeira fila dos desfiles, no Rio e em SP. Não é sorteio, quem fazer fizer mais auê leva. Se joga no twitter e no blog da marca e boa sorte. 

[img: arte com ilustração de Igor Ras]

update: depois vai dizer que semana de moda não tem figura? Saca esse aqui

Full beard

janeiro 6, 2010

Confirmou, a barba chega com tudo no verão. E quando digo barba, é capitão caverna feelings. Não aquela penugem que você deixa  no final de semana.

Já tinha visto de monte em editorial de revista. Gringa. E percebi uma modinha quando vi muito carinha usando. Nas areias do Rio, e nas calçadas de São Paulo.

E digo mais. Na balada os bonitos ostentavam, além da barba, uns lances bem diferente daquele estilo andrógeno que tava rolando. Ray Ban, trucker hat, muita tatoo bem gibi.

Para você que curte barba, aviso que pode parecer fácil mas dá um pouta trabalho. Para você que curte barbados, capricha no lipstick para não acordar ralada(o) no dia seguinte… Depois não diz que não avisei.

up date: achei um site inteiro sobre o assunto. Tem até um passo a passo de como deixar a barba crescer, bóra?  

Ipanema

janeiro 5, 2010

Prometi falar sempre duma praia diferente durante o verão. A de hoje é Ipanema, que não tem nada de nova, mas que não pode ficar de fora do verão de ninguém. Tampouco deste blog.

O brilho de Ipanema está no mix duma cidade do porte do Rio, com uma praia linda de morrer. Posso estar enganado mas metrópole desse tamanho, com mar de frente, só Barcelona. Onde a praia nem é tão bonita.

Em Ipanema a gente não leva cadeira nem guarda-sol. Basta pedir nas barracas espalhadas pela areia e pronto. Preocupe-se com o protetor e um corpo sarado pra chamar de seu, indispensável se você pretende pontuar.

As tribos são determinadas pelo trecho na areia. Os gays ficam em frente a rua Farme de Amoedo, os descolados em frente ao Coqueirão, a juventude dourada na Joana Angélica e os mais tranquilos em frente a Maria Quitéria.

Dica de vida, o mar em Ipanema não é para iniciante. Quase morri salvando um amigo de fora, que não sabia nadar e pagou um mico. Na dúvida vá de chuveirinho, que é seguro e a sua chance de dividir a fila com uma paquera delícia. Bom carão verão.

update: nos primeiros dias do ano vi mta gente filmando o pôr do sol em ipanema, mas não achei nada na web pra linkar. pena. caso você ache algo manda pra mim.