Archive for abril \30\UTC 2010

Facing

abril 30, 2010

Chegar aos trinta também é correr atrás do prejuízo. Outro dia no Oscar Café fiquei horas ouvindo as novidades do setor retoque, e besta com as maluquice das amigue.

Um foi preencher o bigode chinês (que nem sabia que tinha esse nome) e aproveitou um desconto da clínica e botocou a testa. Sim, promoção. De tão passado pedi outro drink (até o final da noite foram quatro).

A outra pagou uma bala pra aumentar a boca, que cresceu pouco e durou menos ainda. Disse que numa próxima eu cobro menos e faço mais. Dou um pedala sarado em cada lado e já era, garantia de bocão pro mês.

Teve ainda outra, addictive de creminhos e make de grife. Que pagou trezentos contos num pincel de maquilagem. Mas como ela pode e a inveja envelhece, vamos deixar ela gasta como quiser.

E tem eu, que não uso nada, não compro nada e provavelmente vou acabar na única tendência que vai me caber quando este blog virar na casa dos quarenta: o uva-passismo.

Anúncios

Hi and Lo

abril 28, 2010

O fundamento hi&lo foi tendência na moda. Mas a gente pode bem dizer que usa pra vida.

Pense. Você vai e gasta uma fortuna com creminho, renew e afins, afinal a idade tá aí. Hi. Daí chega na praia e tosta no sol, que até as focas do Alasca estão carecas de saber que faz mal. Low.

Você corre no parque para manter o corpinho que Deus deu e você estragou. Hi. À noite se joga na tratoria do Nello (recomendo) e traça sozinho um talharine ao molho quatro queijos. Low.

Põe uma berma com camisa dobradinha e sai pagando de gatinho Barcelona. Hi. Daí combina o visual com uma croc cafona, que não tem como ficar bem nem no Brad Piti. Low. (tá, ok, retiro sobre o Brad).

Assumir o hi&lo é realizar que ninguém é totalmente bom ou ruim. Que toda ação tem seu lado bom e mal. E que não adianta fazer a Lili Marinho o tempo todo. Uma hora você vai relaxar, vai escorregar e alguém vai te gongar.

Divas inda house

abril 20, 2010

Lembra que eu contei que trabalhei no carnaval enquanto você encheu a cara na Bahia e transou com desconhecidos? Lembra nada, que você tava bem loca que eu sei.

Enfim, saiu a campanha no ar. A ideia era simples, se a celebridade dança e canta incrivelmente bem, vamos fazer um comercial tipo videoclipe. Aqui você confere o filme. E aqui o making of.

A novidade é que a próxima diva a estrelar uma campanha da marca é ninguém menos que Beyoncé. Meu chefe foi filmar com ela em NY essa semana e voltou cheio de bapho. Da cidade e da diva em si.

Claro que não posso contar nem a metade aqui, mediante perda de um membro do corpo. E com ele o emprego.

Até lá, cada um se vira com a Diva que tem. Eu não vivo sem a minha, que além de cuidar de mim ainda arruma a minha bagunça. Te falei o nome dela? Diva. Pode?

Spa 4 friend

abril 14, 2010

Pois é colega, tive um breakdown. Por isso fiquei um tempo sem aparecer por aqui. O lado bom foi que ganhei uma semana do chefe onde me isolei num spa 4 friend.

Conhece o spa 4 friend? É raríssimo no mundo. Tão raro que não tem preço, não está em guia elegante e os frequentadores são escolhidos de forma seletíssima.

Não existe dois spa 4 friend iguais. Também não existem regras a não ser uma: você se sentir bem. Minha rotina era acordar tarde, correr na praia, almoçar, malhar, tirar um cochilo, jantar e ver um bom filme [suspiro].

O spa 4 friend pode ser uma casinha ou um casão, um apêzinho ou uma penthouse, na cidade ou no campo, mas o que faz dele especial é o dono. No caso, alguém cuja amizade por você seja incondicional. E vice-versa.

O do meu se chama Léo. Graças a ele eu estou 100%. E pronto para um dia retribuir o favor com a programação do meu spa, urbano, pequeno, mas com um grande diferencial: just 4 friend.