Archive for janeiro \28\UTC 2011

Coquetel

janeiro 28, 2011

O verão tá drama. E mesmo São Paulo não sendo a melhor tradução da estação, tem lá seus segredos refrescantes para aguentar o calor. Tipo?

O Clericot do Lorena. Que vem numa jarrona lindona, bonito de ver. E de beber. Vale pedir uma mesa na varanda e ficar catando o vai e vem da brotagem.

Gaspacho do Gorila Café. Para rebater aquelas noites almodovianas, quando até a lua deixa a gente tenso. Ainda tem uma boa varanda pra tomar vento, beber e fumar sem encheção de militante. Priceless.

Caipirinha de lima do Squat. Vem num copo giga com muito gelo e um ramo (galho?) de hortelã. Sem miséria. Para você que tem problema de timidez, uma já é suficiente pra te deixa soltinho na vala.

Cerva da Dida. Talvez o bar de calçada mais eclético (e por isso bacanudo) da cidade. Garantia de Original gelada até as duas da manhã. E as mesinhas são do tipo casa de mãe, dá pra acolher quem chegar.

Por isso já sabe, a temperatura subiu e a noite caiu, põe uma berma, uma gola v e vai dar material pro destino acontecer.

Anúncios

Rio da virada

janeiro 7, 2011

Não vou porque é sempre igual, disse o amigo sobre o Réveillon no Rio. Obviamente enganou-se. Porquê, como bem disse Lulu, tudo muda o tempo todo no mundo. E o Rio da virada de 2010 não é igual ao de 2011 meisssmo.

Começa que o Coqueirão é a nova Farme (tá, isso faz um tempo).
A Reserva é a nova Osklen.
O corpo sequinho é o novo Barbie.
O Píer Mauá é a nova Fundição.
O MD é o novo G.
O Tô Nem Aí é o novo Bofetada.
O Beach Sucos é o novo Bibi.
E o Shopping Leblon é o novo Fashion Mall.

Mas se você é das antiga (sic) fique tranquilo que algumas coisas permanecem as mesmas. Tipo a ponte aérea, que passa ano entra ano, continua o mesmo lixo.