Archive for fevereiro \09\UTC 2012

O Supercool

fevereiro 9, 2012

Sim, você anda se esforçando. Mudou pra zona sul onde divide um apê com uma penca de ‘colegas’, economizou pros shows tendência do ano e até comprou uma Diesel (procedência duvidosa, mas comprou).

Aos poucos, caminha para algo que nove em cada dez jovens deslumbrados da capital sonham em ser: um supercool. Até lá, nada de perder o foco. Melhor perder coisas que durante o processo não te servirão mais, como a autocrítica, o amor-próprio e etcetera.

Feito isso, será moleza pagar mico em nome desse ideal, tipo marcar presença em todas as vernissages-inauguraçõs dos Jardins, esperar horas por uma mesa no Spot ou se espremer na porta do Secreto.

E como o hype mora no detalhe, você vai fazer tudo isso paramentado com seu tênis osklen, sua camisa Armani Exchange e seu chapeuzinho panamá.

Se tudo der certo, logo seu sorriso vai parecer natural, seu jeito caipira ficará no passado junto com seus amigos antigos, enquanto os novos, que você nunca viu durante o dia, finalmente vão te convidar pra um esquenta numa cobertura.

E uma última lição, não ligue para quem diz que você se tornou detestável. É apenas inveja, afinal, quem em sã consciência não gostaria de ser um supercool. Rigth Right?

Up grade 2012

fevereiro 7, 2012

A gente sabe que o ano só começa depois do carnaval. Mas já da para pensar nas coisas que você pode mudar para se tornar uma pessoa pegável melhor em 2012.

Pra começar, beber sem dar vexame. Sim, é dureza, eu sei, mas chegou a hora. Beber até vomitar depois dos vinte, se você não for uma ex-celebridade Disney, é ridículo.

Investir em artigos de primeira necessidade. Entenda por isso: cuecas que não venham num pack de 4 da Renner, perfume legal (ao menos 1) e um bom corte de cabelo. Você pode achar que ninguém nota, mas notam. E comentam.

Olhar apertadinho. 10 Entre 10 boys magia fazem. E você (mesmo anos luz da magia) também pode. O truque também ajuda a sair bonitinho em foto na balada, depois da quarta caipirinha, quando um olho cai mais que o outro.

Fazer academia. Seus amigos héteros vão te chamar de gay. E os gays vão te chamar de Suzie (aquela que quer ser Barbie). Mas não ligue, basta quinze minutos de atividade por dia para ver resultado. Piada não é cuidar da saúde, é vestir uma sunga e ficar igual a uma obra do Francis Bacon. Borá mudar isso.

E por fim, praticar a educação como mantra. Etiqueta, como diria a Danuza, vem de ética, que não é regida por regras mas por você mesmo. E para ter ética ninguém precisa de código, só de bom senso. A gente tem que saber certas maneiras nem que seja para quebrá-las. Mas tem-que-sa-ber!