Archive for março \30\UTC 2010

Mulherzinha

março 30, 2010

Concordo, mulher sofre. Os homens também, mas nada comparado a fazer unha, usar salto, depilar, que a propósito já fiz e fiquei uma semana com a barriga assada.

Curioso é ver que enquanto o nosso padrão de beleza segue um viés relax, uma coisa barba, tatoo, roupa largona a tals, o delas segue o caminho oposto.

Sem falar nessa nóia da magreza. O caveirismo virou tendência. Fui na balada nesse final de semana e tinha mulher que pesava uma garrafa de Nortenha.

Garotas, sejam menos neuróticas. E menos preconceituosas. Ser interessante e sexy é sempre melhor que ser over e fútil. Aliás, isso vale tanto para elas quanto para eles.

Claro que você não precisa deixar de ser uma rosa para virar uma flor de brócolis, mas se vale o toque, é a segunda que todo mundo quer comer, tsá?

Blá

março 17, 2010

São Paulo. Oito da noite. Faz um break e vem tomar um chope, diz sua diretora. Seguidor da doutrina de que certos convites não se negam, em minutos lá está você na frente do Blá, o novo point de bacana da cidade.

O lugar – mix de bar, lounge e balada – impressiona pela fila de carrões. Mas bastam dez minutos para a hostess burrinha, o chope ruim e o staff lento botarem seu encanto água abaixo.

Sobra a fauna, cá pra nós o que realmente importa. As meninas seguem o padrão cabelo alisado, vestidinho curto e saltão. Apesar do ar guerra dos clones há tempos que não via tanta mulher bonita num só lugar.

Já a fauna masculina é uma piada, como toda balada de boy. Neste caso havia dois tipos, o yuppie atarracado de camisa social e o pit boy Paraguai de Abercrombie e Diesel justa.

Se você não faz parte de nenhum dos grupos citados, cabe aproveitar o lounge e vazar quando ele vira pista, deixando a curtição para quem se identifica com o lugar, lindo na forma e vazio no conteúdo.

A semana tensa

março 10, 2010

Existem semanas na vida da gente que podiam não existir. São aquelas que, resumindo bem a história, te obrigam a um Tylenol por período, um no café, outro no almoço e outro no jantar. Sem brinqs. 

Algumas pessoas têm o dom da oratória. Outras da simpatia. E eu, de sacar uma semana tensa antes dela acontecer.

A semana tensa pode estar relacionada a inúmeros fatores, independentes ao seu controle, claro. Uma visita, uma espera, uma notícia, uma resposta.

Na semana tensa a gente não lê feicibuque, Vogue, nem bula de remédio. Também não vai na academia, almoçar fora ou cortar o cabelo. O que a gente faz? Apaga incêndio, descasca batata e chupa muita manga.

Mas como vender coco você não vai, herdeiro você não é e loteria você não joga, resta esperar a semana passar. E se for competente ainda descola um massagista nota dez, que vai fazer toda essa tensão ter bem valido a pena. Ficadica.

Subtração

março 3, 2010

Ninguém precisa ser um expert em matemática para realizar que na vida da pessoa existem coisas que adicionam… E outras que subtraem. Tipo?

Cabelo pintado. Pelamor. Aliás, seja luzes, balaiage, alisamento, whatever, mexer no cabelo te remete a este tipo de gente. Máquina zero para ontem.

Shortinho de corrida. Acredita em mim, é algo que não fica bom nem em mulher, quiçá em homem. Choro em russo quando vejo uma polpa de bunda escapista.

Abravanar. Você que vai no Secreto, trabalha com moda, acredita no correntismo. Faz quanto tempo que você não beija na boca? Preciso dizer mais?

Drogas em exagero. Viu que escrevi exagero? Porque se colocar faz parte da vida colega, mas cair de louco por aí só vai te colocar num só grupo… O de risco.

Contar vantagem. Nenhum dos itens acima é tão feio quanto esse. Vergonha empática de cara que faz isso por aí. É passar recibo de inseguro, pau mole e mentiroso, até porque quem têm não conta. Ficadica.

up date: sim colega, o lady gaguizmo também subtrai