Archive for junho \24\UTC 2010

Opinando

junho 24, 2010

Tenho preguiça de algumas coisas. De acordar cedo. De falar com a gerente do banco. De fazer barba. Agora, se tem algo que me dá mais preguiça que tudo isso junto é a pessoa com opinião.

Longe de mim podar a opinião alheia. O problema é quando a pessoa não contente em ‘ter’ necessita ‘compartilhar’. E vira aquela criatura louca que precisa ser ouvida a todo custo.

A pessoa com opinião nem é má pessoa. Mas é tão chata que dá na mesma. Ou seja, é desagradável e te faz querer atravessar a rua. O que é um pensamento horrível mas quem nunca teve?

Ter opinião é importante. E diga-se de passagem essencial. Mas uma coisa é você iniciar uma discussão por uma boa causa. Outra coisa é iniciar uma discussão por uma causa besta. E tem ainda uma terceira coisa…

Que é não iniciar discussão nenhuma e falar de assuntos inteligentes e agradáveis. Isso sim uma boa ideia, na minha modesta opinião.

Momento

junho 18, 2010

Ano passado tive a sorte de pegar a Pride em Paris. Descendo o boulevard Saint-Germain, três dias após a morte de Michael, o DJ lançou Beat it. O dia estava lindo, o povo emocionado, eu meio bêbado e pá… Tive um momento.

Ter um momento é realizar aquele segundo em que o tempo para e que, por um instante, o mundo vale muito muito a pena de se viver.

Ninguém precisa viajar pra ter um momento. Já tive momento com os amigos sentado na rua, namorando em casa e até sozinho vendo um filme. Tem mais a ver com seu estado de espírito do que com o lugar.

Ruim é perceber que apesar da nossa pretensa vida cool, esses momentos estão cada vez mais raros. E que se antes você era mais xucro, também aproveitava mais.

Mas também não é o caso de dramatizar. Borá é rever uns conceitos e focar no que importa. Afinal, pior que uma vida sem momento é uma vida sem condição (sic). Falei.

A pessoa lenta

junho 17, 2010

Tenho horror de gente lenta. Tendo em vista que o mundo é populoso e que existem pessoas dos mais diferentes tipos, gostos e velocidades por aí, pense no meu sofrimento.

Sei que nego não tem culpa de eu ser meio neurótico agitado, mas eu também não tenho culpa de viver num mundo onde tudo é pra ontem.

Porque uma coisa é o trânsito, outra coisa é o motorista lento. Uma coisa é o prato demorado, outra coisa é garçom lento. E por aí vai.

Por isso, quando o laser sair dozóio eu sei que é hora de se jogar no ditado “se não pode vencer junte-se a eles”.

Mando para dentro dois ansiolíticos, espero cinco minutos e pronto. A vida fica assimmm…. Muiiito maiiisss boniiitaaa…

Clube Lions

junho 15, 2010

São Paulo. Sexta. Oito graus. Na porta do Clube Lions você pula para dentro festa Buáti, a nova sensação do eixo Rio-SP.

Sendo semana de moda, festa disputada e clube sensação, você dá graças a deus de furar o tumulto com dois beijinhos na hostess e nem confiança.

O lugar bem que impressiona. Muito espelho, madeira e couro. But Nothing Compares a varanda giga, com vista para a Catedral da Sé.

O som é bem bom e a frequência, ao menos nesse dia, estava linda e bem nascida. Diz que as outras noites são igualmente incríveis. O lugar chegou pra confirmar.

Vale lembrar que clube tem público beeem diversificado, vale ver a programação. Depois, é só chamar a paquera prum drink na varanda que o cenário de cinema faz 50% do trabalho pra você.

Pessoa Wallpaper

junho 10, 2010

Ser conceito tá na moda. Ser conceito é fancy. Ser conceito vai te levar a algum lugar (se deus quiser longe de mim). Para ser conceito você precisa:

. Primeiro de tudo se vestir conceito. Cosplay te diz algo?
. Fazer cara de desprezo. Dependendo da compleição nem precisa de esforço. Brincadeira.
. Ter um animal conceito. Teve a moda do coelho, da iguana, do furão. A do momento é do buldogue francês. Que não deve vingar porque cão dura muito.
. Não tirar o ipPod do ouvido. Nem entre amigos. Som ambiente é mainstream demais para a pessoa conceito.
. Chamar os designers pelo apelido. Exemplo: viu a coleção drama do Rey?
. A-mar o trabalho do Gondry.
. Usar maquilagem. Mas se me permite um toque não abusa do verde não, vai que a Nasa te prende, ?

Go(o)d vibes

junho 8, 2010

É papo zazaueira, mas acredito de verdade que uma energia rege o mundo. Tem nego que chama de anjo, tem nego que chama de deus, tem nego que chama de espirito… Eu chamo de energia mesmo.

Da mesma forma, quando a gente pensa positivamente, ou pede para uma estrela, ou se joga num mantra, está canalizando essa energia pra um proposito bacana. O que é melhor do que não fazer nada.

Claro que ninguém precisa seguir isso. Eu mesmo acredito em nada e um pouco de tudo (uma coisa Caetano). Mas o que quero dizer é que toda crença tem seu viés positivo.

Bóra parar de chorar e crer mais. Se esse não é o caminho, é um começo. Garanto que a vida vai ficar mais leve, você mais confiante e as portas mais abertas. E se não der certo, relaxa, é porque a história ainda não chegou no fim.